quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Aventuras Fantásticas

Se você é da velha guarda do RPG e começou a jogar no século passado como eu, a chance é grande que tenha conhecido os fundamentos do RPG nos livros-jogo de Aventuras Fantásticas. Esses livrinhos de lombada verde foram uma febre na época e podem ter sido o primeiro sistema de RPG a ser publicado no Brasil.

Naquela época não existia D&D, Vampiro, Lobisomem, nem mesmo GURPS por aqui, mas você já podia pegar uma espada, provisões, uma poção de sorte, e se aventurar em Dungeons cheias de Orcs, Goblins, Feiticeiros e até Dragões! Isso se você estivesse disposto a seguir as instruções do livro como:

323

Depois de alguns metros, você chega a outra junção de três caminhos. Você pode ir na direção norte (volte para 8) ou na direção leste (volte para 255).



E era até possível lutar contra os monstros, usando um sistema de combate com dados!

Esses livrinhos são criação de dois grandes nomes do RPG, Steve Jackson (não o americano, criador de GURPS, mas sim outro Steve Jackson, inglês) e Ian Livingstone. Juntos ele criaram um cenário cativante, onde muitos jogadores brasileiros começaram suas aventuras. A maior parte dos livrinhos se passa no mundo de Titan, dividido nos continentes de Allansia, Khul e o Mundo Antigo.

Depois dos livros jogos eles criaram um RPG completo baseado nesse mundo, com um sistema descrito no livro Dungeoneer e ampliado no livro Blacksand, cenário descrito no livro Titan e bestiário descrito no livro Out of the Pit. Além desses o último da série não foi lançado no Brasil e é bastante procurado por fãs: Allansia traz novas regras e mais um capítulo (o final?) da saga de Sargon, Alto Sacerdote de Elim.

Aventuras Fantásticas

Eu, como muitos RPGistas, comecei chutando as bundas dos goblins de Xortan Throg, no resgate da Princesa Sarissa de Salamonis (na verdade comecei mestrando essa aventura). E depois os personagens passaram a lutar com os vilões de Allansia como o infame Lorde Azzur de Porto Blacksand, Shareela a Feiticeira da Neve, Malbourdus o filho da tempestade, Razaak o que não morre, o Saqueador de Charadas e outros.

E mesmo depois de tanto tempo, o mundo de Titan não foi abandonado, pelo menos lá fora. Uma nova editora está relançando os livros de Fighting Fantasy, o título original da série de livros jogos, saíram adaptações para d20 dos livros jogos, inclusive aqui no Brasil, e os fãs montaram páginas e mais páginas sobre a série, uma wiki, e até grupos de discussão com bastante material original sobre Titan. Até mesmo eu estou fazendo uma adaptação para GURPS.

Saudades das minhas Aventuras Fantásticas...

4 comentários:

Marcelo Cortimiglia disse...

Saudades de quando o mundo era simples, visto através dos olhos de Jerek Stormgard...

Alexandre Ðraco disse...

Haha! Saudades de Lord Azzur e port Blacksand!! A rua do relógio, os ladrões...
Puta nostalgia!

Emanoel Ferreira disse...

EU NUM COMEÇEI NO SÉCULO PASSADO NÃO MAS TBM PERCORRI ESSE MESMO CAMINHO AMIGÃO! RSRSRS
LORD AZZUR... RSRSRS

KARA, SEGUINTE, EU TENHO UM BLOG DE CONTOS DE CRIATURAS NOTURNAS, ENTRA COMO SEGUIDOR LÁ, EU RETRIBUIREI (SÓ ME AVISA QUANDO ENTRAR):
www.blogtaberna.blogspot.com

rola parceria?

vlw

Daniel "Gárgula" Braga disse...

Muito bom o artigo. Eu mesmo comecei por estes livros!

Coloquei uma chamada no meu blog para este artigo no seu blog pois realmente gostei bastante!

Abraços!